segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Providências do Conselho ao fim de cada ano!

Estou reeditando esta postagem ( primeira foi em 25/05/2011), porque julgo colaborar com os  Conselhos !
Estas orientações foram publicadas no final do Manual Presbiteriano de 2008 ( pag.249) com a intenção de ajudar os Conselho no cumprimento de seus deveres, infelizmente muito não tiveram acesso a este "roteiro" que muito pode ajudar os irmãos líderes.




Providências do Conselho quanto a ata no fim de cada exercício eclesiástico:
Eleger o vice-presidente do Conselho (CI art. 84).
Eleger um ou mais secretários do Conselho (CI art. 84).
Eleger o Tesoureiro da Igreja (CI art. 84).
Eleger o representante da Igreja e seu suplente, ao Presbitério (CI arts. 83-t, 51-h e 85 ún.).
Nomear a direção da Escola Dominical (CI art. 83-h).
Nomear conselheiros para a Infâncía, Adolescência e Mocidade (CI art. 83-h). 
E acrescento eu: da S.A.F., U.P.H e outras oganizações da igreja 
Nomear os(as) responsáveis pela direção do Trabalho da Infância  (CI art. 83-h).
Elaborar a estatística e Relatório ao Presbitério (CI arts. 68 e 83-m). 
(e também para apresentação a Assemb. Geral Ordinária)
Registrar e homologar as eleições nas sociedades internas.
(após aprovação o pastor marcará a data da posse - art.17 § 3º do M.U.S.I.)
Examinar o livro de atas da Junta Diaconal, exarando o termo de observações e aprovação (CI art. 83-g).
Examinar as atas e o livro da tesouraria de cada sociedade interna, exarando o termo de observações e aprovação (CI art. 83-h, p)
Elaborar o orçamento para o exercício eclesiástico do ano seguinte (CI art. 9 § 1º, d, e).
Atualizar o rol da Igreja (CI art. 84-i e j).
Convocar a assembléia geral ordinária da Igreja conforme art. 4 dos Estatutos.
Nomear um agente do Brasil Presbiteriano.
Outras providências que julgar importantes.
Evidente que existem igrejas que terão muito mais coisas a serem feitas; mas acredito que esta lista dá diretrizes para que, independente do tamanho, cumpram pelo menos o mínimo necessário!
Ah! Seria muito interessante também manter um registro das visitas dos presbíteros e diáconos com vistas a considerar o trabalho real de visitação dos oficiais (art. 51 b,c,d e art. 2 do RI- da Junta Diaconal , letra a, art. 3. g)
Há sempre PAZ em Jesus - Cristo! 

2 comentários:

  1. boa noite sou presbiteriano e não conluo com o conselho da igreja pois em alguns casos são muitos omissos com a posição que ocupa(por vezes prefere proteger quem tem mais$$ do que uma familia que vive a verdade bíblica) nesses casos o que devo ou como devo proceder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Paz em Jesus.
      Repare - se realmente o Conselho está fazendo "acepção de pessoas" e o irmão tem provas pode entrar com um processo disciplinar contra o Conselho no próprio que Conselho que deverá encaminhar ao Presbitério por ser parte envolvida.
      MAS cuidado, caso não prove, poderá ser processado por calúnia e difamação.
      Quando digo provas, que no caso são geralmente testemunhais; deve tomar o cuidado de que não sejam parentes ou parte envolvidas ( por exemplo esposa ou filhos, ou a própria pessoas arrolada como testemunha.
      CONTUDO lembre-se que o Conselho é composto por pessoas sujeitas a falhas assim como nos também somos, use primeiro os meios suasórios ( dialogo quanto ao assunto) e se resolvido - amém, segue a vida.
      Deus ajude.
      Há sempre PAZ em Jesus - o Cristo!

      Excluir