terça-feira, 1 de setembro de 2015

Diácono em disponibilidade !

Olá a todos, após um periodo sem postagens retorno.
A questão em voga é "diacono em disponibilidade" que para mim é totalmente cabível de acordo com nossa constituição.
Repare a matéria que o SC-E--2014 tratou:
"SC-E - 2014 - DOC. LXII: Quanto ao documento 115 - Consulta Constitucional : Considerando: 1) Que a exoneração a pedido tem caráter de foro íntimo; 2) Que os ofícios previstos no Art. 25 da CI/IPB são perpétuos; 3) Que não há previsão constitucional para o tratamento de diácono não reeleito; O SC-E/IPB 2014 RESOLVE: 1. Tomar conhecimento; 2. Declarar que o presbítero que pedir a sua exoneração automaticamente será designado presbítero em disponibilidade; 3. Reafirmar a decisão SC/IPB-2010 - DOC. CLXIII: "... Proposta de revogação de decisão do SC-IPB sobre Presbítero em disponibilidade: CONSIDERANDO: 1- Que as disposições contidas no Artigo 25, parágrafo 1º, da CI/IPB são claras ao afirmar que o ofício do presbítero é perpétuo, todavia o seu exercício ou função é temporário. 2 - Que o Artigo 56, Alínea "a" estabelece que a função do presbítero cessa quando termina o mandato e, não sendo reeleito, tais prerrogativas tornam-se comprometidas, conforme disposto na resolução SC/IPB-2006..."; 4. Revogar a decisão CE-SC/IPB 72-036; 5. Propor emenda constitucional para incluir a designação Diácono em Disponibilidade; 6. Baixar aos presbitérios. " ( negrtio nosso)
Ou seja, agora os presbitérios vão de manifestar e ao meu ver é ponto pacífico e passará.
MAS, ai fica uma questão; se um diácono for eleito presbítero? Após um período não sendo reeleito.
Será denominado presbítero em disponibilidade ou diácono em disponibilidade?
Questão para se pensar.
Deus nos ajude.
Há sempre PAZ em Jesus - o Cristo

3 comentários:

  1. Por não haver acumulo de cargos na IPB, cfe Cap IV art.29 CI-IPB, o diácono sendo eleito presbítero, toma posse para o cargo referendado pela Assembléia. A diaconia é a base tanto para o pastorado quando ao presbiterato; "Aquele que não vive para servir, não serve para viver".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correto.
      Sempre Há Paz em Jesus - o Cristo

      Excluir
    2. Amados irmãos! A questão aqui creio que não foi respondida! É óbvio que não se pode exercer dois ofícios simultaneamente, a nossa constituição é clara e talvez nem precisasse ser, seria um absurdo o mesmo irmão exercer o ofício de presbítero e diácono ao mesmo tempo! a questão é com respeito ao tratamento ao fim do mandato! Esta é uma dúvida que surgiu em nosso conselho. O irmão que uma vez presbítero e que não foi reeleito e logo em seguida foi eleito diácono e depois do seu mandato também não foi reeleito. Como será o tratamento dele: Presbítero em disponibilidade ou diácono em disponibilidade? Uma vez que os dois ofícios são perpétuos (Cap IV Art 25 CI/IPB). Ele terá os dois tratamento ou o último cumprido?

      Excluir